Home Oncologia Doenças e a Relação Espiritual

Doenças e a Relação Espiritual

Doenças e a Relação Espiritual

Doenças e a Relação Espiritual

Temos o corpo físico e os corpos sutis. Cada corpo é influenciado pelo, imediatamente, anterior e mais sutil, assim:
O Corpo Mental influencia o Perispírito que influencia o Duplo Etérico, que influencia por sua vez o Corpo Físico.
O corpo físico, sendo o mais denso, registra os estímulos de qualquer natureza, positivos ou negativos, podendo imprimi-los como doenças.
As doenças são o resultado da agregação de energias de baixo teor que alteram o padrão de vibração celular.
Essas alterações ou futuras doenças, quando estão presentes apenas no perispírito, podem ser minimizadas, modificadas ou até desintegradas por sentimentos elevados como amor, humildade, compaixão, caridade, entre outros, sem terem necessidade da drenagem para o corpo físico.
Caso a modificação ou reforma íntima não ocorra, essas alterações impressas no perispírito serão drenadas para o corpo físico e irão gerar as doenças.
Nos mundos mais elevados não há doenças. Os corpos são mais sutis, logo não são passíveis de registros físicos. Existe uma lógica física, química e quântica que se repete em todos os níveis. O ser mais evoluído não apresenta doença porque seu aporte moral é grande, da mesma forma seu corpo é menos denso, mais sutil, o que impossibilitaria a impressão das alterações do perispírito. A presença de doenças é uma forma de expiação.
Há dimensões que prescindem de um corpo físico. Seres que pertencem a essas dimensões, quando há necessidade, plasmam a imagem de um corpo.
No nosso caso, planeta de provas e expiações, os corpos permitem pela fisiologia e pela densidade o desenvolvimento de doenças.
Nosso corpo é compatível anatômica e fisiologicamente com nosso grau de evolução, ou seja, a densidade permite a impressão de doenças.
Tristeza, raiva, ódio, rancor, mágoa, inveja, maledicência, intolerância, entre outros sentimentos negativos, impregnam energia de baixa vibração no perispírito.
Portanto, o processo de cura começa com a mudança dos pensamentos negativos, evitando acúmulo de energias tóxicas no perispírito, e permitindo a recuperação das células do corpo físico.