Home Oncologia Ao Paciente Guia Sobre o Cuidado da Boca de Enfermo Debilitado

Guia Sobre o Cuidado da Boca de Enfermo Debilitado

Guia Sobre o Cuidado da Boca de Enfermo Debilitado

Guia Sobre o Cuidado da Boca de Enfermo Debilitado

A quimioterapia e a radioterapia vão levar a mucosite (inflamação da mucosa oral). A presença de um tumor leva a alterações orgânicas que podem precipitar a inflamação oral, predispondo a infecções fúngicas. Com o intuito de prevenção elaboramos cuidados gerais que deverão ser encaminhados a todos os pacientes.
Algumas informações estão repetidas para cada caso, para que os pacientes possam se ater em seus casos específicos, não necessitando ler o informativo geral.

CUIDADOS PREVENTIVOS

PACIENTES SEM PRÓTESES

1.1 Escovar os dentes após cada alimentação e ao deitar.

1.2 Usar escova com cerdas macias, com movimentos circulares em todas as faces dentárias, durante 90 segundos.

1.3 Usar fio dental e limpar a língua, com movimentos de varredura, ambos os procedimentos com cuidado e apenas ao deitar.
1.4 O uso do fio dental e a limpeza da língua são feitos apenas 1 vez por dia, pois podem lesar a mucosa.

1.5 Elegemos o horário ao deitar porque durante a noite a boca permanece fechada durante horas, o que a transforma em uma incubadora ideal para proliferação bacteriana, pois torna-se quente e seca; por isso ao deitar é importante uma higiene mais cuidadosa.

2. Bochechos a cada 2 horas com água. Não engolir esta água.

3. Manter os lábios hidratados com hidratantes labiais, durante o dia.

4. Priorizar ingesta de líquidos durante o dia.

5. Evitar fumo, álcool, alimentos muito condimentados, alimentos secos e alimentos duros.

6. Avaliação diária da mucosa oral, através de autoexame frente a um espelho/ ou avaliação diária da mucosa oral feita por um cuidador dando enfoque a quaisquer alterações de coloração ou sensibilidade/ em caso positivo o médico deverá ser informado, imediatamente, pois uma vez instalada a mucosite, a mesma interfere no estado geral do paciente e é de difícil controle.

7. Acompanhamento periódico do dentista (prevenção e tratamento de cáries e outros processos gengivais).

PACIENTES COM PRÓTESES

PACIENTES COM PRÓTESES PARCIAIS E PRESENÇA DE DENTES NATURAIS

1.1 Após alimentar-se e ao deitar retirar a prótese para higiene dos dentes naturais.

1.2 Usar escovas de cerdas macias, com movimentos circulares em todas as faces dentarias, durante 90 segundos.

1.3 Usar fio dental e limpar a língua, com movimentos de varredura, ambos os procedimentos com cuidado e apenas ao deitar.

1.4 O uso do fio dental e a limpeza da língua são feitos apenas 1 vez por dia, pois podem lesar a mucosa.

1.5 Elegemos o horário ao deitar porque durante a noite a boca permanece fechada durante horas, o que a transforma em uma incubadora ideal para proliferação bacteriana, pois torna-se quente e seca; por isso ao deitar é importante uma higiene mais cuidadosa.

2. Bochechos a cada 2 horas com água. Não engolir esta água.

3. Manter os lábios hidratados com hidratantes labiais, durante o dia.

4. Priorizar ingesta de líquidos durante o dia.

5. Evitar fumo, álcool, alimentos muito condimentados, alimentos secos e alimentos duros.

6. Avaliação diária da mucosa oral, através de autoexame frente a um espelho/ ou avaliação diária da mucosa oral feita por um cuidador dando enfoque a quaisquer alterações de coloração ou sensibilidade/ em caso positivo o médico deverá ser informado, imediatamente, pois uma vez instalada a mucosite, a mesma interfere no estado geral do paciente e é de difícil controle.

7. Acompanhamento periódico do dentista (prevenção e tratamento de cáries e outros processos gengivais).

Cuidados com a prótese

1.1 Usar a prótese apenas para se alimentar, pois é um corpo estranho irritante para a mucosa.

1.2 Após as alimentações e ao deitar escovar a prótese e mantê-la em solução adequada, respeitando se há partes metálicas (soluções para próteses com partes metálicas) ou próteses sem partes metálicas (soluções com lavanda ou outras).

1.3 As próteses devem ser escovadas com escovas de cerdas duras. O uso de cerdas macias se reserva a dentes naturais, com o intuito de evitar traumatismo de mucosa.

PACIENTES COM PRÓTESES PARCIAIS FIXAS COM PRESENÇA DE ESPAÇOS MORTOS

1.1 Utilizar escovas especiais que alcançam com facilidade os espaços mortos para limpeza após cada alimentação e ao deitar.

1.2 As escovas especiais são recomendadas pelo dentista de acordo com os espaços das próteses.

1.3 Os dentes naturais serão escovados com escovas de cerdas macias, com movimentos circulares em todas as faces dentárias, durante 90 segundos.

1.4 Usar fio dental e limpar a língua, com movimentos de varredura, ambos os procedimentos com cuidado e apenas ao deitar.

1.5 O uso do fio dental e a limpeza da língua são feitos apenas 1 vez por dia, pois podem lesar a mucosa.

1.6 Elegemos o horário ao deitar porque durante a noite a boca permanece fechada durante horas, o que a transforma em uma incubadora ideal para proliferação bacteriana, pois torna-se quente e seca; por isso ao deitar é importante uma higiene mais cuidadosa.

2. Bochechos a cada 2 horas, com água. Não engolir esta água.

3. Manter os lábios hidratados com hidratantes labiais, durante o dia.

4. Priorizar ingesta de líquidos durante o dia.

5. Evitar fumo, álcool, alimentos muito condimentados, alimentos secos e alimentos duros.

6. Avaliação diária da mucosa oral, através de autoexame frente a um espelho/ ou avaliação diária da mucosa oral feita por um cuidador dando enfoque a quaisquer alterações de coloração ou sensibilidade/ em caso positivo o médico deverá ser informado, imediatamente, pois uma vez instalada a mucosite, a mesma interfere no estado geral do paciente e é de difícil controle.

7. Acompanhamento periódico do dentista (prevenção e tratamento de cáries e outros processos gengivais)

PACIENTES COM PRÓTESES TOTAIS

1.1 Após as alimentações e ao deitar retirar a prótese, escová-la, mantendo-a em solução indicada para a mesma.

1.2 Escovar a língua com escova de cerdas macias, com movimentos delicados de varredura.

1.3 Fazer bochechos durante 90 segundos.

1.4 Em pacientes com presença de dentes naturais, não se indicam os bochechos de 90 segundos, uma vez que os mesmos realizam escovações dentárias durante 90 segundos.

1.5 A língua deve ser escovada apenas 1 vez por dia, para evitar lesão da mesma.

1.6 Elegemos o horário ao deitar porque durante a noite a boca permanece fechada durante horas, o que a transforma em uma incubadora ideal para proliferação bacteriana, pois torna-se quente e seca; por isso ao deitar é importante uma higiene mais cuidadosa.

1.7 As próteses devem ser escovadas com escovas de cerdas duras. O uso de cerdas macias se reserva a dentes naturais, com o intuito de evitar traumatismo de mucosa.

1.8 Não dormir com a prótese na boca para que a mucosa bucal possa ser oxigenada

1.9 Deixar a prótese de molho pro 15 minutos em um copo de água com uma colher de chá de hipoclorito de sódio (água sanitária) a cada 3 dias. Tirar a prótese destas solução, enxaguar e deixar a prótese repousar durante a noite em um copo de água.

2. Bochechos a cada 2 horas, com água. Não engolir esta água.

3. Manter os lábios hidratados com hidratantes labiais, durante o dia.

4. Priorizar ingesta de líquidos durante o dia.

5. Evitar fumo, álcool, alimentos muito condimentados, alimentos secos e alimentos duros.

6. Avaliação diária da mucosa oral, através de autoexame frente a um espelho/ ou avaliação diária da mucosa oral feita por um cuidador dando enfoque a quaisquer alterações de coloração ou sensibilidade/ em caso positivo o médico deverá ser informado, imediatamente, pois uma vez instalada a mucosite, a mesma interfere no estado geral do paciente e é de difícil controle.

7. Acompanhamento periódico do dentista (prevenção e tratamento de cáries e outros processos gengivais)
Equipe Editorial CAPO Bezerra de Menezes